Este site utiliza cookies para permitir a mudança de língua e o armazenamento dos seus imóveis favoritos. Ao utilizar este site, concorda que o mesmo utilize cookies.

Quinta produtora de Vinho do Porto

1.200.000€



Referência

001042022 (1)

Natureza

Venda

Tipo de Imóvel

Terreno

Estado

Usado

Certificado energético

Não aplicável


Distrito

Viseu

Concelho

São João da Pesqueira

Freguesia

Ervedosa do Douro


Área Útil

70000 m2

Área Bruta

100000 m2

Área de Terreno

100000 m2

Partilhar



Contactar Imobiliária

Introduza o resultado do seguinte cálculo:

*preenchimento obrigatório
Ao clicar em 'Enviar', declara que aceita a nossa Política de Privacidade.

Quinta produtora de Vinho do Porto e vinhos DOC.
Localizada em Sarzedinho, Ervedosa do Douro, junto ao Rio Torto, com acesso por estrada alcatroada.
Área total: 100.000m2
Área de vinha: 70.000m2
Produção de vinha Letra A: 21 Pipas, vinho do Porto tinto (benefício).
Produção de vinha Letra A: 40 Pipas, vinho de mesa DOC tinto
Outras culturas: Olival
Construções,
Casa do caseiro: 2 quartos, cozinha, 1 wc
Armazém.
As vinhas têm entre 20 e 25 anos de idade, com as seguintes castas:
Touriga Nacional, Touriga Franca, Roriz e Barroca.
Estão plantadas em 4 lotes distintos, mas próximos.
Para mais informações ligue, por favor, para José Lino - 967449179

O Alto Douro Vinhateiro foi inscrito na Lista do Património Mundial da UNESCO na categoria de Paisagem Cultural Evolutiva e Viva (a 14 de Dezembro de 2001, na 25. ª sessão do Comité do Património Mundial, realizada em Helsínquia.

Ervedosa do Douro é uma freguesia portuguesa do município de São João da Pesqueira, com 39,71 km² de área e 1 029 habitantes (2021). A sua densidade populacional é 25,9 hab/km².

A cerca de 7 quilómetros a poente de São João da Pesqueira, Ervedosa do Douro é a maior produtora de vinho generoso da Região Demarcada do Douro e a freguesia com maior área na mancha do Património Mundial.
Segundo reza a história, a povoação de Ervedosa do Douro terá começado no lugar do Frei Estevão, no entanto houve uma epidemia de formigas que obrigou a população a desviar-se para o local da atual povoação.

Juntamente com Casais do Douro, esta freguesia pertenceu ao couto de S. Pedro das Águias do qual recebeu aforamento em 1274.


Este imóvel não tem características definidas.

Este imóvel não tem áreas definidas.